Gestão de Cenários: a nova fronteira do FP&A

Gestão de Cenários: a nova fronteira do FP&A

Gestão de Cenários- a nova fronteira do FP&A

13 de junho de 2024

Compartilhe:

O Planejamento de Cenários evoluiu para a Gestão de Cenários, tornando-se uma ferramenta crítica para a tomada de decisões. Profissionais de Planejamento e Análise Financeira (FP&A) têm enfrentado um desafio crescente diante do cenário volátil que vivemos. Com a chegada da pandemia em março de 2020, muitos processos de negócios tradicionais, incluindo orçamentos e previsões, se tornaram obsoletos.

Originalmente, o Planejamento de Cenários era parte do Planejamento Estratégico, Gestão de Riscos e Análise Financeira, tipicamente incorporando três cenários: o melhor, o pior e o médio. No entanto, a complexidade dos eventos recentes demonstrou que esses modelos básicos são insuficientes para a agilidade necessária hoje. O CFO da Coca-Cola Company, John Murphy, expressou uma mudança de perspectiva ao mencionar que nos últimos nove meses, ele passou a ver o processo menos como Planejamento de Cenários e mais como Gestão de Cenários.

A Gestão de Cenários é mais que um processo. É uma mudança de mentalidade, reconhecendo que o modelo tradicional de um plano anual com quatro previsões trimestrais já não é suficiente. Os profissionais de FP&A agora precisam gerenciar vários cenários de forma colaborativa, analítica e rápida, quase em tempo real.

Para efetivar essa abordagem, é necessário integrar completamente os processos de planejamento estratégico, financeiro e operacional das organizações. Isso implica mudanças nos modelos de FP&A para serem totalmente baseados em direcionadores de negócios, criando um quadro unificado que conecta todas as três dimensões principais do planejamento. A integração deve ser tanto horizontal (interdepartamental) quanto vertical (do estratégico ao operacional).

Apesar da importância e do potencial da Gestão de Cenários, muitas organizações ainda enfrentam desafios significativos. Uma pesquisa de tendências de FP&A em 2023 revelou que apenas 16% dos entrevistados conseguiram executar cenários em menos de um dia, enquanto 20% não conseguem executá-los de todo.

Uma estrutura moderna de Gestão de Cenários deve, portanto, focar em harmonizar e simplificar os processos existentes, utilizando a tecnologia moderna de FP&A para aumentar a eficiência e a eficácia do planejamento e das previsões. A adoção de um FP&A integrado, que avalia o impacto de vários futuros potenciais de maneira on-demand, é fundamental para empresas que desejam permanecer resilientes e adaptáveis no mercado volátil que temos hoje.

 

FONTE: FP&A Trends

Fernando Bertozzo

Diretor de Operações

Competências Relacionadas

Controladoria e Tesouraria

Publicações Relacionadas

  • Estratégia dos Conselhos de Administração: fatores de influência

    O cenário empresarial está cada vez mais voltado para a sustentabilidade, e a liderança desempenha um papel crucial em promover e implementar efetivamente as práticas de ESG.

  • Inteligência Artificial nos Conselhos de Administração

    O cenário empresarial está cada vez mais voltado para a sustentabilidade, e a liderança desempenha um papel crucial em promover e implementar efetivamente as práticas de ESG.

  • Reshoring: principais etapas para a repatriação da produção

    O cenário empresarial está cada vez mais voltado para a sustentabilidade, e a liderança desempenha um papel crucial em promover e implementar efetivamente as práticas de ESG.

  • Governança Corporativa Integrada no Grupo Unika Embalagens

    O Grupo Unika Embalagens, contratou a C&S Projetos e Mercado para realizar um projeto de implantação e sustentação da Governança Corporativa Integrada.

Conecte-se com nossa prática de transformação.