Preparação de Empresas

Preparação de Empresas

Maximização do potencial do negócio e do valor ao acionista.

Preparamos empresas aumentando sua atratividade e valor através de melhorias operacionais, financeiras, estratégicas e em governança, promovendo resultados superiores em transações corporativas.

Esteja Preparado para Oportunidades

Preparação de empresas é um processo estruturado que objetiva aumentar a atratividade e o valor do negócio visando uma futura transação corporativa. Existem diversas iniciativas que podem ser desenvolvidas para tornar a empresa mais atrativa, geralmente concentradas na área operacional, financeira, estratégica e governança do negócio.

Qualquer que seja o potencial investidor ou comprador, este irá buscar por indicativos quantitativos e qualitativos de um negócio sólido e lucrativo. De um modo geral, uma venda, parcial ou total, de um negócio pode ser feita tanto para um comprador estratégico ou investidor, onde:

Comprador estratégico está em busca de sinergias com o negócio a ser adquirido, melhor posição no mercado e possibilidade de integração acima ou abaixo na cadeia de valores.

Investidor está em busca opções de investimentos (teses) de curto-médio prazo para que que suas metas de retorno sejam alcançadas.

Transações, em geral, são viabilizadas quando os lucros existem e, principalmente, apresentam oportunidade de crescimento no curto-médio prazo (período ideal). Histórico de crescimento e previsão de lucratividade futura baseada em argumentos fortes são essenciais. Não se trata de mera análise numérica, tem que ter evidências e justificativas.

O Desafio

Uma empresa que não é capaz de gerar informação da operação, assim como financeira, de forma rápida e eficiente, requer muitas ações para otimizar o valor do negócio. Tornar uma empresa orientada a processos toma tempo e isso não pode ser conduzido às pressas no momento que a oportunidade surgir.

Embora o histórico de crescimento e previsão de lucratividade são argumentos fortes no processo de desinvestimento ou investimento, é necessário ter evidências e justificativas que fundamentam as estimativas futuras na geração de valor.

Percepção de Valor

Percepção de valor é uma tentativa de combinar alguns elementos da realidade observada com um ou mais modelos mentais existentes.

O Valor do Negócio corresponde ao valor percebido (vantagens competitivas, potenciais sinergias, força da marca, time de gestão, relacionamento, pessoas e processos) com o valor real (indicadores financeiros e qualidade da receita em termos de previsibilidade, lucratividade e diversificação). O valor deve ser aderente ao negócio para que seja possível criar valor após o processo de transição.

Análises e Recomendações

Buscamos centrar esforços em 4 aspectos fundamentais para criação de valor:

  • Criação de uma base diversificada de clientes leais e fornecedores múltiplos;
  • Organização e confiabilidade dos processos chave da operação e preparação de um time forte de gestão;
  • Desenvolvimento de uma estratégia que proporcione vantagem competitiva sustentável;
  • Criação e sustentação de um Sistema de Governança Corporativa atuante e eficaz.

Principais aspectos para aumentar o valor do negócio

Base diversificada de clientes leais e fornecedores múltiplos
Time forte de gestão e processos confiáveis
Proposição de valor singular e vantagem competitiva sustentável

M&A Rio Vivenda & Rhodia

A C&S Projetos e Mercado atuou como assessora financeira da Rio Vivenda, na estruturação técnica e negociação da transação.

Subjetividade na Avaliação e Valoração do Negócio

O “valor” está nos olhos de quem vê, depende muito de quem está fazendo a compra, independentemente do tipo de comprador.

Qualquer que seja o potencial comprador, este irá buscar por indicativos quantitativos e qualitativos de um negócio sólido e lucrativo, incluindo: vantagens competitivas, diversidade da base de clientes e estratégia sólida de negócio.

Entender o modelo mental do comprador, que influencia na análise subjetiva do negócio, ajuda a compreender quais os direcionadores de valor do negócio de significância na transação. Subjetividade é intrínseca, pertence ao individuo, variando de comprador para comprador.

A informação correta – interpretada e apresentada de forma estrategicamente orientada – provê base para criar valor, além de conferir maior confiança no desempenho projetado para o futuro.

Para minimizar a subjetividade na avaliação do negócio, nosso time de técnico multidisciplinar atua nos principais direcionadores de valor do negócio:

  • Propriedade intelectual, patentes e atividades de P,D&I
  • Posicionamento competitivo, tamanho e participação no mercado
  • Acesso a capital e capacidade de tomada de crédito
  • Profissionalismo do time de gestão e retenção de pessoas chave
  • Processos e políticas essenciais (operacionais, financeiras e governança)
  • Confiabilidade, transparência e tempestividade da apuração de resultados
  • Alinhamento estratégico com potenciais compradores
  • Diversificação e quantidade de clientes e/ou segmentos de clientes
  • Profundidade do relacionamento com clientes (lealdade)
  • Reputação da empresa e força da marca
  • Alcance de mercado, diversidade e eficácia de canais e rede de distribuição
  • Habilidade de mudança de fornecedor (flexibilidade)
  • Disponibilidade de matérias prima essenciais
  • Vendas recorrentes, qualidade (margem) e previsibilidade da receita
  • Criação de barreiras de entrada na indústria (criação de capacidades)
  • Possibilidade de economias de escala (economia e/ou escopo)
  • Taxa de crescimento do fluxo de caixa e lucratividade da operação

Artigos Relacionados

  • Dez tendências para observar em 2024

    Compreender as principais tendências que moldam nosso cenário global é fundamental.

  • Respondendo aos riscos globais

    Enfrentamos riscos que são familiares à história humana – como pandemias e conflitos geopolíticos – e outros novos e em rápida evolução, como mudanças nos sistemas da Terra e os efeitos adversos de novas tecnologias.

  • Riscos Globais 2034: além do limite

    Comparando os horizontes de dois e dez anos, observa-se uma piora no panorama dos riscos globais.

  • Perspectivas Econômicas Globais para 2024

    2024 chegou, e com ele as projeções para o ano. O relatório “Outlook 2024 – Global e Brasil” nos oferece uma análise detalhada sobre as perspectivas econômicas globais e brasileiras para esse ano.

Time de Especialistas

Mauricio-Siqueira-CCI-CTA

Mauricio Siqueira, CCA CTA

Conselheiro de Administração

Economista, Pós graduado em Engenharia Econômica e Economia do Agronegócio, Membro e Conselheiro de Administração Certificado pelo IBGC. Como Executivo, foi interventor pelo BNDESpar, presidiu Empresas e Conselhos.

Bruno Siqueira, CCA

Diretor Executivo

Economista, MBA em Finanças Corporativas, Especialista em Fusões & Aquisições, Private Equity & Venture Capital e Mestre em Administração pela Fundação Dom Cabral. Membro e Conselheiro de Administração Certificado pelo IBGC.

Fernando Bertozzo

Diretor de Operações

Economista, especialista em Fusões & Aquisições, S&OP/E, Planejamento e Gestão de Supply Chain. Membro do IBGC Núcleo Empresas Familiares do interior do Estado de São Paulo e IBF – Institute of Business Forecasting & Planning.

Luciano Menegasso

Diretor de Estratégia

Engenheiro e MBA em Gerenciamento de Projetos. Possui ampla experiência no desenvolvimento de estratégias e coordenação de projetos de inovação em empresas nacionais e multinacionais.

Diego Piai

Diretor de Controladoria e Tesouraria

Administrador, MBA em Finanças e em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria. Especialista em Contabilidade Gerencial tendo atuado na controladoria de grandes empresas.

Frederico Saraiva

Diretor de Planejamento Financeiro e Análises

Administrador, MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria. Possui experiência e conhecimento em técnicas e ferramentas de modelagem econômico-financeiras aplicadas ao contexto de gestão de Riscos Corporativos.

Andre Kraemer

André Kraemer, CCA

Conselheiro de Administração

Engenheiro, MBA em Finanças Corporativas e Conselheiro de Administração Certificado pelo IBGC Possui experiência e amplo conhecimento em técnicas de mensuração e gestão de Riscos Corporativos.

Luiz Fernando Sardinha, CCA

Conselheiro de Administração

Graduado em Ciências Econômicas, com pós-graduação em Administração de Marketing. Conselheiro de Administração Certificado pelo IBGC, especializado em Governança para empresas familiares. Possui larga experiência na área comercial e de operações, tendo atuado como Diretor de Operações da Femsa em São Paulo.

Daniel Capovilla

Gerente de Controladoria

Administrador, MBA em Controladoria e Finanças. Atuou na área de planejamento financeiro e controladoria em grandes empresas.

Lucas Camillo

Gerente de Controladoria

Contador, MBA em Gestão em Controladoria e Tributação. Possui experiência na internalização dos controles contábeis, financeiros e fiscais.

Luís Otávio Camargo Correa

Gerente de Operações

Engenheiro e com especialização MBA em Gestão Empresarial, possui ampla experiência em técnicas negociais, Supply Chain e S&OP/E.

Felipe Paes

Gerente de Controladoria

Economista com Pós Graduação em Controladoria e Finanças. Atuou no financeiro de empresas de diversos portes.

Yara Commar

Gerente de Planejamento Financeiro e Análises

Economista com especialização em Finanças Corporativas e MBA Executivo em Administração de Negócios, atua na execução e condução de projetos estratégicos, M&As, análises e modelagens financeiras de novos negócios.

Samuel Freitas

Gerente de Tesouraria

Contador e MBA pela Fundação Getúlio Vargas-FGV em Finanças, Controladoria e Auditoria. Atuou na tesouraria, passando pelas áreas administrativas, financeira e de compras.

Mário Fontana

Gerente de Tecnologia

Administrador com
Pós-Graduação em Business Intelligence and Analytics. Possui experiência na coordenação de projetos de inovação digital e é especialista em ferramentas digitais.

Raphael de Paula

Gerente de Estratégia

Administrador e especialista em estratégia e gestão de projetos. Possui experiência em multinacionais na estruturação e gestão da estratégia de médio e longo prazo, assim como na coordenação de projetos.

Carolina Siqueira

Jurídico

Advogada, especialista em Direito Societário e em Secretarias de Conselhos de Administração pelo IBGC. Responsável pelas Secretarias dos Conselhos e assuntos legais relacionados à Governança Corporativa.

Emerson Mina

Associate Partner – Relação com Investidores

Administrador de Empresas, com MBA em Finanças e Negócios pela Fundace. Professor Universitário nas matérias de Comércio Exterior e Mercado de Capitais, fez carreira no Banco do Brasil, onde esteve à frente das áreas Empresarial e Internacional do Banco.

Monise Garcia

Associate Partner – Planejamento Estratégico

Engenheira de Produção pela UNESP, com MBA pela FIA/USP em Gestão de Negócios. Trabalhou na área de Estratégia e Governança da Caterpillar onde liderou, como Black Belt, diversos projetos e estruturou a Governança de Redução de Custos das Máquinas.

Márcio Lima

Associate Partner de Sustentabilidade

Bacharel em Química pela UFSCar, Mestre em Enga. Civil – área de Saneamento pela EESC/USP e com MBA em Administração de Empresas e Visão de Negócios pela FGV, membro oficial e verificado junto ao Instituto Brasileiro de ESG.

Viviane Galeb

PMO

Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Paulista, com MBA em Gestão Estratégica de Negócios pela USJT. Possui mais de 15 anos de experiência em Gestão de Pessoas e Processos, incluindo atuação no setor privado e no terceiro setor. Idealizadora e coordenadora da Organização Sem Fins Lucrativos-GAA Nova Vida.

Ana Paula Suzigan

Coordenadora de Gente e Gestão

Administradora pela Unisal, MBA em Gestão Estratégica e Econômica de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Iniciou sua carreira na Área Administrativa e Financeira de empresas, em seguida atuou como consultora pela FGV, na Gestão de Projetos orientados ao Setor Público, com especial enfoque em Mapeamento e Redesenho de Processos, Elaboração de Manuais de Procedimentos e Instruções de Trabalho.

Samantha Feriani

Samantha Feriani

Secretária de Governança Corporativa

Advogada e especializada em Direito Civil Constitucionalizado e o Novo Processo Civil, possui ampla experiência em Secretariado, Governance Office e Gerenciamento de Rotinas relacionadas à Governança Corporativa.

Conecte-se com nossa prática de transformação.