Fusão | Um choque de culturas?

No início de fevereiro, foi publicado, pela Exame, uma notícia que diz respeito às diferentes culturas de uma empresa em um processo de Fusão.

Organizações que se unem, mas que possuem culturas diferentes podem comprometer o desenvolvimento, interação e crescimento no novo âmbito formado.

Mas o que se entende por cultura organizacional? É um conjunto de valores e crenças partilhados que estão por trás da identidade de uma empresa. Isso, determinará como o grupo que a compõem perceberá, pensará e reagirá aos diferentes ambientes, o que influenciará no comportamento e dinâmica dos indivíduos e da equipe.

Além de observar as sinergias dos recursos financeiros (redução de custo, por exemplo), é preciso também entender como os recursos humanos reagirão a essa nova junção e como isso pode impactar no trabalho por eles realizados. Muitos, ficam aflitos sobre as mudanças, e temem até perderem o emprego. O clima pode ficar mais tenso e as incertezas podem prejudicar as atividades e até mesmo desmotivá-los a se empenharem totalmente.

Toda mudança pode causar certa resistência, que deve ser muito bem administrada com o objetivo de gerar confiança e tranquilidade aos funcionários. Identificar as culturas, tratar as diferenças, mostrar conquistas a curto prazo, desenvolver uma visão estratégica, ter uma comunicação clara e possibilitar ganhos, são fatores que podem os confortar e amenizar as contestações existentes.

Portanto, preparar bem a equipe sobre o que está por vim e adequar a todos a uma nova estratégia e novos objetivos, os guiarão a um mesmo rumo, o que ocasionará em uma adaptação benéfica aos ganhos da empresa. Fonte: 4 práticas para quebrar o choque de culturas após uma fusão Disponível em: http://exame.abril.com.br/negocios/noticias/4-praticas-para-quebrar-o-choque-de-culturas-em-uma-fusao