Gestão de Riscos e Compliance

A identificação de todos os fatores de risco, sua mensuração, magnitude e probabilidade de acontecer, juntamente com regras de compliance ou conformidade, são nada menos que mecanismos de controle, para garantir que os processos da empresa são realizados dentro das boas normas e da lei.

Devem ser considerados como dois grandes pilares das Boas Práticas de Governança Corporativa. A matriz de impactos X possibilidades, é um dos vários exemplos da gestão de riscos, a qual quantifica a probabilidade de acontecer determinado fato, e qual o possível ou possíveis resultados negativos sobre o negócio, após o evento.

Com o crescimento das crises financeiras, turbulências políticas, fraudes, etc, não apenas no Brasil, mas no mundo, a preocupação tem sido multiplicada, de como evitar, como antecipar e tornar mais seguro o capital aportado pelos investidores, e como a administração pode ser menos vulnerável pela visão dos diretores e conselheiros, levando em consideração sua responsabilidade civil e criminal por eventuais acontecimentos fraudulentos.

A identificação de todos os fatores de risco, sua mensuração, magnitude e probabilidade de acontecer, juntamente com regras de compliance ou conformidade, como queiram, são nada menos que mecanismos de controle, para garantir que os processos da empresa são realizados dentro das boas normas e da lei. Juntos levam à segurança, lucratividade e à longevidade do negócio, demonstrando aos investidores que seu capital está protegido por Boas Práticas de Governança Corporativa, no que se refere ao risco.

Após as operações como a Lava Jato, executadas pelo Judiciário, em conjunto com o Ministério Público e Polícia Federal, as empresas tem se mostrado mais preocupadas em dar maior ênfase à gestão de riscos e compliance, mantendo seus funcionários e diretores melhor informados e treinados, através de palestras e cursos, além da implantação de diretorias e gerências, incumbidas de administrar estes temas, mostrando ao mercado, com clareza, sua atenção de como manter o negócio rigorosamente dentro da lei e dos bons costumes.