Saber conduzir um processo de mudança é tão importante quanto a mudança em si

Change

As metamorfoses também têm como obstáculo a desistência precoce. Às vezes, para termos sucesso, é preciso persistir. Líderes impacientes podem prejudicar essa transição. Por isso, é fundamental a perseverança e a flexibilidade.

Cronogramas muito detalhados também podem ser grandes inimigos. Os planos de mudança devem ser maleáveis, e apesar de precisarem de direcionamento, não devem ser colocados de forma concreta. Essas alterações devem ser sempre baseadas em informações e dados, e não na impaciência.

Não é possível controlar todos os resultados. Um dos “abacaxis” do gerenciamento é achar que tudo pode ser controlado. Algumas coisas fogem do nosso controle, como acidentes, desastres ou pandemias.

Um planejamento de crise pode e deve existir, mas não é possível prever tudo. Muitas coisas são inéditas, como a pandemia do novo coronavírus, por exemplo.

Para pesquisadores do Henderson Institute, grupo de consultoria com base em Boston, nos Estados Unidos, as organizações mais bem-sucedidas da década de 2020 serão aquelas que aprenderam a se adaptar constantemente às novas realidades. E isso normalmente requer o uso de inteligência não só humana, mas também a artificial.

As novas tecnologias estão cada vez mais preparadas para testar os efeitos de novas iniciativas em tempo real.

Fonte: Forbes.com

 

 

 

 

Equipe Técnica

Profissionais Multidisciplininares

Fale com o Autor deste Artigo

e deixe sua pergunta.