A Agenda Positiva de Governança em detalhes – IBGC

Falamos anteriormente aqui no Cenário Relevante sobre a Agenda Positiva de Governança do IBGC. Você provavelmente ficou curioso sobre os pilares e medidas, e é aqui que iremos detalhar todos esses pontos.

Vamos começar pelos pilares:

1 – Ética e Integridade
Fator decisivo para a continuidade dos negócios, e deve ser promovido para que seja praticada confiança, respeito, empatia e solidariedade.

2 – Diversidade e Inclusão
Uma cultura corporativa baseada na diversidade e inclusão, além de assegurar um valor humano fundamental – o respeito à diversidade –, é fonte permanente de criatividade e longevidade.

3- Ambiental e Social
É fundamental integrar essas questões ao modelo de negócio e promover a articulação da organização com os diversos setores da sociedade.

4 – Inovação e Transformação
A inovação deve ser a base de uma visão de futuro que objetiva o desenvolvimento sustentado da organização. Segundo a agenda positiva de governança do IBGC, Os líderes devem tomar decisões coerentes com o propósito e a estratégia do negócio, gerenciar os riscos do processo e ter disciplina para colher os resultados das ações no tempo certo e gerar valor para todas as partes interessadas.

5 – Transparência e Prestação de Contas
A transparência e prestação de contas devem ocorrer a partir de um diálogo aberto com as diferentes partes interessadas, identificando interesses e expectativas, a fim de obter mais confiança e melhores resultados.

6 – Conselhos do Futuro
Para que atuem como agentes de transformação e catalisadores da adaptabilidade e da agilidade das organizações, os conselhos devem ser compostos com maior foco em diversidade e competências socioemocionais. Disposição para questionar, ouvir ativamente, respeitar outras visões, ousar, desaprender e reaprender são condições essenciais para explorar novas formas de gerar valor e viabilizar as transformações necessárias.

Já as medidas, que são 15, foram definidas para que a governança seja inspiradora, inclusiva e transformadora. Vamos citar aqui algumas delas, mas a lista completa você encontra no site: agendapositivadegovernanca.com

Em primeiro lugar, vem a conscientização de líderes e colaboradores para que fundamentem as decisões na identidade da organização, isto é, dentro do propósito, missão, visão, valores e princípios. Isso fará com que compreendam como os comportamentos diários podem impactar naquela organização e na sociedade.

Depois, temos: Integrar os seis pilares da Agenda Positiva de Governança ao propósito, à cultura organizacional e aos modelos de negócio e de geração de valor.

Em terceiro, zelar para que os relacionamentos da organização com os colaboradores, clientes, fornecedores, sócios e demais partes interessadas sejam baseados nos mais sólidos princípios de integridade, principalmente naqueles relacionamentos entre o público e o privado.

Em seguida vem identificar e divulgar ao mercado indicadores e a justificativa econômica para a adoção de práticas ligadas às questões ambientais, sociais e de governança corporativa.

A lista de medidas, como dissemos, é formada por 15 tópicos. Confira todos eles, de forma detalhada, no site agendapositivadegovernanca.com

Fonte: IBGC

Equipe Técnica

Profissionais Multidisciplininares

Fale com o Autor deste Artigo

e deixe sua pergunta.