Renegociação com Credores

Com o agravamento da crise no Brasil, um grande número ou quase a totalidade das empresas possuem passivo com fornecedores, funcionários, fisco e bancos.

Costumo dizer que não há nenhuma empresa com problemas financeiros, mas sim problemas operacionais, comerciais, administrativos, por falta de planejamento, problemas societários, entre alguns outros. Quando a saúde financeira é atingida, logicamente é porque uma ou mais áreas do negócio estão fora de compasso, e não ela em si.

Estamos vivendo um momento econômico no país, que ajuda a deteriorar o bom andamento do mundo empresarial. Qual o remédio? É possível reverter a situação?

Em primeiro lugar, tenho a dizer que é sim possível, dependendo é claro, da gravidade do problema. Para que seja determinado o grau de comprometimento da empresa com o passivo, é necessário que seja elaborado um estudo, chamado Diagnóstico Econômico e Financeiro, que mostra através de uma modelagem financeira, e com precisão, a real posição do passivo, o grau de comprometimento do resultado da empresa, e os pontos de " estrangulamento" do negócio, e em qual setor se encontra. Também este estudo, mostra cenários, com as diversas possibilidades de readequação da empresa, para fazer face ao possível alongamento do perfil da dívida.

Após a determinação da melhor opção para a readequação do passivo, e de realinhamento do negócio, o que pode demandar um período de tempo maior, são iniciadas as negociações, concomitantemente, com os ajustes necessários nos diversos departamentos da empresa. É o resultado operacional que vai definir o período de tempo necessário para as amortizações. Deste estudo, é derivado o projeto, que vai ser apresentado aos credores, um a um, de forma a transformar os valores totais, em parcelas mensais.

Fica aqui claro, que não é uma Recuperação Judicial. O passivo é negociado em separado com cada um dos credores. O resultado deste trabalho, tem sido excelente, tanto no que se refere a prazos de amortização, retomada de crédito e normalização da vida empresarial. Quando a real situação da empresa é mostrada através do projeto, e a sua apresentação é feita por Profissionais competentes, acostumados e preparados para este trabalho, com a presença de Diretores, ou até mesmo Acionistas do negócio, a aceitação é muito grande devido à credibilidade passada.

Fica porém um alerta, para que não se espere demais, até que não seja mais possível este trabalho, em função da impossibilidade do resultado operacional ser suficiente para as amortizações.