Recuperação Hídrica do Vale do Alentejo em Portugal

Na década de 90, houve por parte da Espanha, na divisa com Portugal um uso desordenado de água, provocando uma saturação hídrica no Vale do Alentejo, grande produtor de uvas e vinhos.

Um grupo de produtores da região de Portugal afetada, buscou solução em uma das Universidades Americanas, no estado da Califórnia, que por sua vez, indicou técnicos de Israel, especialistas no assunto.

A equipe técnica da C&S havia trabalhado com os Israelenses no projeto de fruticultura irrigada no Vale do Rio São Francisco, no município de Neópolis, Sergipe. O grupo de técnicos brasileiros e israelenses, após estudo, elaborou um projeto de recuperação hídrica para o Vale do Alentejo que foi apresentado aos empresários portugueses, que deram andamento na sua implantação.