Qual o valor do seu negócio?

Liquidez é o fator chave para alcançar o máximo de valor do negócio. Aumento do “índice de liquidez” depende do alinhamento entre economia externa, desempenho da empresa e os objetivos dos proprietários.

Empresas de pequeno e médio porte sofrem de limitada liquidez em M&A.

Quanto maior a empresa, maior número de interessados e, portanto, maior o preço potencial. Participação no mercado, diversificação de produtos e clientes, alcance geográfico, processos estruturados, sistemas de controle, propriedade intelectual e vantagens competitivas estabelecidas são os principais motivos da maior liquidez de grandes empresas.

Liquidez é o fator chave para alcançar o máximo de valor do negócio. Aumento do “índice de liquidez” depende do alinhamento entre economia externa, desempenho da empresa e os objetivos dos proprietários.

Mas qual o valor de seu negócio?

O “valor” está nos olhos de quem vê. O valor depende muito de quem está fazendo a compra, independentemente do tipo de comprador, investidor ou estratégico. Quem quer que seja o potencial comprador, este irá buscar por indicativos quantitativos e qualitativos de um negócio sólido e lucrativo, incluindo: vantagens competitivas, diversidade da base de clientes e estratégia sólida do negócio.

Neste contexto o valor do negócio é a soma do valor real (quantitativo, obtido através de metodologias de Valuation) e valor percebido (qualitativo).

Dentre os principais aspectos presentes no valor real estão os indicadores financeiros, valor dos ativos e qualidade da receita em termos de previsibilidade, lucratividade e diversificação. Já a percepção de valor considera fatores relacionados às vantagens competitivas, força da marca, time de gestão, processos e pessoas.