Os investimentos em participação proporcionaram o desenvolvimento de muitas empresas no Brasil e no mundo.
Conheça alguns dos casos mais emblemáticos, para nós e para essa indústria:

Private Equity Santa Marina & BNDESpar
Venture Capital Série A: Banco de Célula Tronco
Venture Capital Série B: Banco de Célula Tronco


Prepare seu Negócio para Investidores

Se por um lado há disponibilidade de recursos para investimento, por outro, faltam bons projetos, empresas em condições de serem investidas.

Leia Mais...

A cada 100 empresas avaliadas por Fundos de Private Equity, apenas uma é investida.
Fundos que trabalham estágios iniciais, elevam a razão de 1:300. Por quê?

O fato da indústria e sua estrutura estarem em formação, poderia ser o único motivo, mas inúmeros riscos e incertezas tornam alguns negócios nenhum pouco atrativos; informalidade, números infundados, falta de estratégia e planejamento, ingestão, despreparo da equipe, dos sócios, comunicação falha com o mercado.

Preparar empresas e investidores para viverem investimentos dessa natureza.
Esse é o nosso desafio!

Do Investimento ao Desinvestimento

Fundos de Participação Acionária são feitos para durar, em média, 10 anos - tempo em que os Gestores dos Fundos têm para investir, desenvolver as empresas, vender as ações e devolver o capital para os investidores.


  1. Fundraising: gestores buscam por investidores que queiram investir nos critérios oferecidos pelo fundo (tese de investimento, segmento, outros).
  2. Prospecção: etapa em que os fundos buscam por oportunidades de investimento, qualificam, analisam e formalizam o investimento nas empresas.
  3. Monitoramento: implantação dos controles internos, governança, escolha de pessoas e definição de responsabilidades.
  4. Desenvolvimento: caracteriza-se pelo forte crescimento e criação de valor, propiciado por melhorias operacionais, desenvolvimento de produtos, através de consolidação, (des)alavancagem financeira.
  5. Saída: etapa em que o fundo desinveste, vendendo suas ações e retornando o capital rentabilizado aos investidores.
Conheça mais >
Casos

Conheça alguns dos casos de PE&VC e entenda,
na prática, o funcionamento dessa importante indústria.

Conheça mais >
Modalidades de Fundo

Fundos de Private Equity & Venture Capital atuam em diferentes momentos do ciclo de vida das empresas.

  • Pré-Operacional: idéia ou P&D. Ainda não há um produto desenvolvido. Agentes: Incubadoras, Aceleradoras, Investidores Anjo.
  • Estágio Inicial: em estruturação. Há um plano de negócios estruturado, sendo desenvolvido em estágio inicial. Agentes: Incubadoras, Aceleradoras, Investidores Anjo, Fundos de Venture Capital.
  • Expansão: em atividade. Comercializa seus produtos, com perspectiva de forte crescimento, porém a necessidade de giro e de gastos com expansão impedem a aceleração. Agentes: Fundos de Venture Capital e Growth.
  • Estágio Avançado: Compra de empresa com financiamento e pagamento do financiamento com dividendos. Agentes: Fundos de Private Equity.
  • Reestruturação: empresa em dificuldade financeira. Agentes: Fundos de Distress.
Conheça mais >
Metodologia


Através da combinação de ferramentas e formas de atuação, oferecemos aos investidores e empresas em busca de investimento, soluções flexíveis para todas as fases da transação.

Conheça mais >

Deseja saber mais?



Fale com um especialista em transações corporativas e esclareça suas dúvidas!

< Saiba Mais

Deseja saber mais?

Entre em contato conosco, envie-nos suas dúvidas ou sugestões. Sua mensagem será analisada e respondida prontamente por um especialista da área.

Publicações Relacionadas

Blog Thumb

Fusões & Aquisições: Transações...

No segundo bimestre de 2017, a redução da Selic para 11,25% e os rumores de melhores expectativas da economia, tendem a forçar a redução das taxas de juros...

leia mais
Blog Thumb

O Mercado Pet - Uma Perspectiva para Fusões...

A indústria pet é um dos setores mais dinâmicos do mundo, com expectativas de crescimento a taxas de 5 a 6 por cento ao ano.

leia mais
Tags
Soluções