O novo recorde de Fusões e Aquisições a nível mundial

No Brasil, apesar da instabilidade política e econômica, o mercado de fusões e aquisições continua movimentado por três outras razões

Um novo recorde histórico nas operações de fusões e aquisições foi atingido no primeiro semestre deste ano, com valor mundial de US$ 2,5 bilhões. O valor representa alta de 65% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados do Financial Times.

Mesmo com as tensões comerciais entre Chineses e Norte-Americanos, e até mesmo a instabilidade política na Zona Euro (em especial Itália e Espanha) que estremeceu mercados, a concretização de diversos negócios não foi impedida, resultado que elevou o crescimento rumo a este recorde.

Outros fatores que contribuíram para o aquecimento no mercado de fusões e aquisições foram o alívio da carga fiscal pela administração do Presidente Norte-Americano Donald Trump, e o crescimento da economia dos Estados Unidos, que encorajava empresas a apostarem na consolidação em determinados momentos, e em outras situações a competirem com os disruptores digitais, que forçam empresas estabilizadas a mudarem sua forma de mercado.

O analista do banco Centerview Partners , com sede em Nova Iorque (EUA), Blair Effron, considera que o principal motor das grandes operações de fusões e aquisições continua sendo a disrupção tecnológica, e acrescenta que “as grandes mudanças tecnológicas estão a forçar as empresas de todas as indústrias a serem criativas e a criarem novas estratégias”.

Já no Brasil, apesar da instabilidade política e econômica, o mercado de fusões e aquisições continua movimentado por três outras razões: projetos de infraestrutura na área de petróleo e gás, que atraem capital externo de empresas que estavam fora, de forma que gera investimentos; empresas precisando vender ativos, no caso de multinacionais que não fizeram bons investimentos e agora se desfazem de alguns ativos para obter capital destinado à inovação; e a junção de dinheiro disponível com preços atrativos, uma vez que fundos de private equity estão capitalizados e direcionados a oportunidades.