O Mercado Pet - Uma Perspectiva para Fusões e Aquisições

A indústria pet é um dos setores mais dinâmicos do mundo, com expectativas de crescimento a taxas de 5 a 6 por cento ao ano.

Entre os principais países que atuam no mercado pet, o Brasil destaca-se em terceiro lugar, alcançando em 2016, o total de US$ FOB 236,3 milhões em exportações neste setor, conforme dados consolidados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação.

Mesmo enfrentando turbulências devido à crise econômica brasileira, o setor tem se destacado entre as principais teses de investimento para renomados fundos no país. O apetite pelo segmento justifica-se pelo potencial de crescimento do mercado pet no Brasil, que cresceu acima de 10% ao ano, ao longo das últimas duas décadas.

Embora o resultado seja expressivo, o setor ainda está longe de alcançar o amadurecimento de outros países, como os europeus e americanos, o que representa oportunidades para as empresas que atuam nesta área e refletem um contexto especialmente favorável a negócios dessa natureza.

Neste ambiente, oportunidades de crescimento a partir de um processo inorgânico, através da aquisição de rivais de peso, pode ser uma ótima estratégia para as empresas que desejam iniciar um ciclo de investimentos.

Avaliar potenciais fontes de sinergia, pode ser uma ótima estratégia para se proteger contra concorrentes, diversificar produtos e ainda pode garantir ganhos operacionais, que irão valorizar a marca e a companhia.