Fusões e Aquisições – Entendendo as etapas

O processo de Fusões e Aquisições, também conhecido como Mergers and Acquisitions (M&A), consiste na união de duas ou mais organizações que se consolidam em uma só ou na compra parcial ou total de uma empresa.

Sendo motivado por diversos fatores, tais como: redução de custos; maior número de tecnologias e clientes; expansão ou reestruturação dos recursos disponíveis; mudança sazonal; combinação financeira; diversificação de produtos; realinhamento estratégico ou, até mesmo, poder de mercado; é um procedimento que é divido em etapas, e que necessita de um controle preciso e eficaz para que seja bem-sucedido.

Para tanto, o processo de M&A inicia-se com a definição da estratégia a ser utilizada pelos sócios da empresa e o que os objetivou a realiza-lo. Posteriormente, um levantamento das informações internas da organização é realizado para a formulação das peças auxiliares que constituirá a avaliação da empresa (valuation); script com as informações iniciais (teaser); e memorando de informações com todos os dados financeiros e econômicos da empresa e do setor em que ela se insere (information memorandum). Feito isso, é preciso realizar uma extensa pesquisa com as empresas que possuem sinergia com a transação, para que essas possam ser contatadas e as negociações iniciadas. Além disso, o lado investidor analisa quais os riscos e retornos que o negócio agregará em sua empresa, para que, por fim, o momento de negociação final possa encerrar todo o procedimento.

Podendo se tratar de diferentes propostas de M&A, como aquisições de ativos; incorporação; fusão total; participação acionária e entre outros; o processo deve exigir controle total para que se possa acompanhar todas as etapas e como estas estão se desenvolvendo ao longo da transação. Atualmente, para que isso não ocasione divergências de sentidos, existem práticas que possibilitam o domínio total de números, evoluções e, até mesmo, atividades a se realizar, que podem ser simples, como planilhas no excel, ou até programas e softwares mais sofisticados. Do mesmo modo, é importante que se acompanhe diariamente os acontecimentos em noticiários e fontes confiáveis que possam proporcionar e segurar as informações que dizem respeito aos setores, economia, mercado, finanças e demais assuntos relacionados.

Em síntese, o processo de Fusão e Aquisição, para ser bem elaborado, deve consistir em fontes seguras de informação e controle para a conclusão eficaz de todas as etapas a serem realizadas. O maior objetivo desse tipo de transação é potencializar o negócio e gerir o desenvolvimento e crescimento do mesmo, afim de evidenciar que 1 + 1 pode sinalizar um valor maior de 2!