Fusões e Aquisições – A importância de cada etapa: Abordagens

Para a efetivação bem-sucedida de um processo de Fusão e Aquisição, é preciso dar a importância que cada fase do processo merece. Como já citado anteriormente, o procedimento de M&A constitui-se da formulação da estratégia e ideias; coleta de contatos a serem abordados (seleção); abordagem; teaser; acordo de confidencialidade; information memorandum; proposta inicial; desenvolvimento da propostas e negociação final.

Funcionando como uma espécie de funil, a realização do processo de M&A deve ser conseguida com capricho desde o momento da coleta dos nomes a serem contatados. Procurar empresas que possuem sinergia com o negócio; encontrar a pessoa responsável para tratar do assunto; como é descrita a oportunidade e, até mesmo, o comportamento podem influenciar em como o negócio prosseguirá a partir de então.

Por se tratar da primeira etapa do processo, as abordagens devem ser sucintas, mas, ao mesmo tempo, claras e esclarecedoras para os abordados, pois o sucesso dessa fase acarretará na continuação das demais. O objetivo do responsável por essa função é saber expressar-se e, principalmente, encontrar aquele, cujo qual responde à proposta apresentada.

Para buscar maior número de sinérgicos, devemos ficar atentos a todas as movimentações que ocorrem no mercado, principalmente no que diz respeito a área trabalhada e, também, observar o comportamento das empresas abordadas.

Ao final do processo, o número de empresas que continuam interessadas no negócio indicam diversos fatos, tais como: como as abordagens foram realizadas, como o negócio vem sendo conduzindo, se há procedência no processo ou se devemos repensar à estratégia definida.

Estar ciente do negócio que se está lidando, o seu tamanho e respectivos ganhos, saber expressar como a oportunidade pode ser convidativa ao crescimento da organização e estar preparado para receber diversos nãos, fazem parte do processo, mas a persistência indica que, assim como há um interessado em um lado, sempre haverá alguém a procura do que, exatamente, você tem a oferecer.