Delineando as fases do processo de M&A

Atualmente, as operações de fusões e aquisições têm se expandido no mercado brasileiro. Seja nas transações de venda ou aquisições, diversos fatores interferem diretamente na imagem e nas estratégias das empresas envolvidas.

"Bielefeld" by Christian Scheja (CC BY)

Para que o processo de M&A tenha um resultado eficiente, é indispensável que cada fase do processo seja assessorado de forma única, considerando o momento de cada empresa e de seu mercado de atuação.

  • Avaliação da empresa: embora todas as etapas sejam importantes, destacam-se a avaliação e preparação da empresa como primordiais. O desenvolvimento dos dados históricos da empresa devem estar registrados de forma transparente, norteando as análises e projeções de mercado. É imprescindível, nesse processo, que os controles gerenciais estejam alinhados e auditados.

  • Objetivos: saber onde se quer chegar, os objetivos dos acionistas quanto à transação devem estar alinhados para garantir o êxito. Iniciar um processo de M&A não tendo estes objetivos bem delineados, pode gerar contratempos durante o processo.

  • Documentação: Teaser, Acordo de Confidencialidade e Memorando de Informações, estes são os documentos que precisam ser elaborados para início as abordagens. Eles garantem uma apresentação objetiva das informações, assegurando a exposição da empresa e de seus acionistas.

  • Teses de Venda: são desenvolvidas a partir das análises de mercado e oportunidades sinérgicas. Uma vez delineada as teses de venda, desenvolve-se a lista de originação dos players para a abordagem.

  • Processo de Abordagem: A abordagem é desenvolvida de forma estratégica, o teaser é enviado na primeira fase, apresentando um breve resumo do mercado de atuação da empresa, diferenciais e projeções financeiras. O Acordo de Confidencialidade (NDA) é desenvolvido na segunda fase, após o prospect demonstrar interesse na oportunidade e desejar analisar as informações da empresa. O NDA garantirá segurança às empresas envolvidas e resguardará a imagem e estratégias da empresa apresentada. Após assinatura do NDA apresenta-se o Memorando de Informações, nele constam as perspectivas de mercado, dados históricos da empresa, fluxos, projeções financeiras e todas as informações que os acionistas julgarem necessárias para apresentação.

  • Negociações: Dando sequência ao processo, inicia-se as negociações. O investidor/comprador apresenta sua proposta aos acionistas e este analisa se os valores e condições se enquadram aos objetivos traçados. Neste momento, a estratégia na negociação deve interagir de forma à controlar os pontos negociais e emocionais, gerando uma negociação cooperativa e bem sucedida.

  • Suporte à Due Diligente: Due Diligence é o processo de investigação da oportunidade de negócio, onde o investidor avaliará os riscos da transação e possíveis contingências. Nesta etapa a C&S dispõe de todo o suporte necessário, sanando dúvidas quanto aos controles e qualquer outra eventualidade no processo.

  • Fomalização contratual: é a fase de negociação dos termos contratuais finais e exigem uma equipe jurídica preparada e experiente para desenvolve-la.

  • Ter cada fase do processo bem delineada é um fator chave para o sucesso da transação, permite que o empresário tenha uma boa percepção do valor de mercado de sua empresa, e por outro lado, garante ao investidor melhor análise e segurança na aquisição.