Banco do Brasil Sinaliza Trégua aos Contratos de Capital de Giro em meio ao Caos Econômico

O Banco do Brasil acaba de criar uma linha de crédito que possibilita, mediante aprovação, a Prorrogação do Prazo de Pagamento (Juros e Amortização), por até 180 dias, para empresas que correm o risco de inadimplirem com o próprio banco, nos contratos de capital de giro já firmados.

Segundo informações obtidas com o próprio Banco do Brasil, em movimentos de reestruturação de dívida, a “trégua” será analisada por um Comitê Deferidor, que sinaliza a aprovação por um prazo de até 120 dias, embora a linha preveja 180 dias. Os requisitos básicos para o pleito são: ter limite de crédito vigente e estar em dia com as prestações contratadas.

Embora esta linha ainda não tenha sido institucionalizada pelos demais agentes financeiros, há sinais pontuais de relaxamento nas negociações, tamanha a desordem que a crise tem provocado nas relações entre bancos e empresas. Acompanhemos.