Avaliação de Empresa não é uma Incumbência Trivial

O processo de determinação do valor econômico de uma empresa no mercado não é uma incumbência trivial, pelo contrário, trata-se de um trabalho criterioso que envolve uma série de preceitos, rigores conceituais, cálculos e elementos subjetivos.

Existem vários métodos para calcular o valor de uma empresa e a utilização correta das metodologias aplicadas ao tipo de negócio é fundamental para que a avaliação tenha consistência e credibilidade. No entanto, vale destacar que independente do objetivo e da metodologia utilizada na avaliação da companhia, a base de dados para os cálculos será a mesma e teoricamente os resultados financeiros encontrados serão similares.

Dentre os critérios de avaliação existentes, o fluxo de caixa descontado surge como o mais completo e amplamente reconhecido pelo mercado, onde, resumidamente, definimos como o método que consiste em trazer a valor presente o fluxo de caixa futuro da empresa. Todo esse processo está intimamente ligado ao desenvolvimento de projeções futuras, à aplicação correta da taxa de desconto e da taxa de crescimento da empresa na perpetuidade, entre outras premissas.

Nesse sentido, para uma análise eficiente da performance histórica e para o desenvolvimento de projeções futuras consistentes, faz-se necessário que o trabalho seja embasado em relatórios e demonstrações financeiras fidedignas fornecidas pelos administradores das empresas. Assim, com a evolução do mercado e a maior complexidade das operações financeiras e contábeis, é pertinente que as organizações invistam tempo e dinheiro na criação de melhores processos de controles internos e auditorias, afim de salvaguardar suas informações.

Ainda dentro desta abordagem, a metodologia ainda exige um rigor técnico no momento de definir a taxa de desconto, a qual refletirá o risco dos fluxos de caixa esperados no futuro, bem como no momento de definir a taxa de crescimento na perpetuidade que é empregada para projetar os fluxos de caixa do período residual. Qualquer equívoco na composição dessas taxas impactará diretamente o valor econômico da empresa em questão.

Diante do exposto, uma vez calculada erroneamente, uma avaliação equivocada pode levar a sérias consequências de impacto negativo, gerando expectativas incorretas em processos de fusões e aquisições, erros nas expectativas de crescimento de uma empresa e falhas nas tomadas de decisões de um investimento.

O tema é extenso, mas são por esses e outros motivos que podemos considerar que o processo de avaliação de uma empresa não é uma incumbência trivial.

Possuímos um corpo técnico especializado na área de Planejamento Financeiro e Análises preparado para assessorá-lo. Entre em contato com a C&S Projetos e Mercado para mais informações.