A Prática do Planejamento de Vendas e Operações

O Planejamento de Vendas e Operações consiste num conjunto de análises de dados de demanda, utilizando o histórico de vendas, que se junta à opinião da força comercial e numa reunião de consenso entre as áreas de vendas, marketing, produção, finanças e logística, decidem, levando-se em conta as restrições de cada uma delas, qual será o número que se irá buscar durante o próximo exercício.

Esse na verdade, é nosso orçamento; apenas que a diferença é que o Planejamento de Vendas e Operações é revisitado através desse fórum conjunto das áreas, todos os meses para que se possa verificar se o que foi planejado está acontecendo da forma prevista. É por isso que necessitamos de uma visão comum, de processos conhecidos e seguidos, de indicadores para medi-los, pessoas competentes para operar e uma plataforma de informações que suporte todas essas necessidades. Por isso, o Planejamento de Vendas e Operações é conhecido também na literatura acadêmica como Planejamento Integrado de Vendas e Operações.

A C&S fornece uma metodologia consistente para implantação desse processo no sentido de definir as principais diretrizes de negócios, consolidar os processos e indicadores para que se possam executar as análises necessárias para definições coerentes dos níveis operacionais de uma empresa em função dos resultados almejados. Podemos até, se for o caso, assumir provisoriamente esse processo no sentido de garantir a maturação interna do mesmo.

Fica claro também, que o processo de comunicação das decisões deve ser revisto e tornar-se efetivo. Toda essa estruturação visa garantir a integridade econômica das empresas, uma vez que, operações ruins e ineficientes ao invés de gerar valor, acabam por destruí-lo.

Para conseguirmos chegar à estruturação final do processo de Integrado de Vendas e Operações, oferecemos os seguintes nossa metodologia em fases:

1 – Diagnóstico da Cadeia de Suprimentos: é um diagnóstico completo focando as áreas de produção, compras, vendas, estoques, logística, planejamento e as consequências econômicas das desconexões entre elas. O objetivo final é estabelecermos uma trilha de ações, priorizadas pelo retorno imediato, que nos possibilite alinhar toda a cadeia. A partir do alinhamento interno, é possível chegarmos aos processos colaborativos com clientes e fornecedores que nos possibilitam reduzir a variabilidade da demanda e consequentemente melhorar nosso atendimento, nossos níveis de estoques e nosso fluxo financeiro.

2 – Diagnóstico de Maturidade (Prontidão) da Empresa: é uma rápida avaliação do conhecimento interno sobre assuntos relacionados com previsão de demanda, planejamento, distribuição, tecnologia de informação e outros conhecimentos necessários à operação dos processos críticos da empresa. Isso visa medir o grau de esforço para implantação dos processos nas empresas.

3 – Auxílio à decisão na aquisição de tecnologia da informação: a C&S traz toda uma metodologia que transforma o processo de escolha de uma ferramenta em um projeto estruturado capaz de minimizar o risco de uma decisão equivocada e, por conseguinte, prejuízos futuros. Partimos desde a coleta de informações de ferramentas disponíveis no mercado, suas avaliações, até o Business Case final com toda lógica de comparação entre elas.